Nise da Silveira e a Psicologia Junguiana




   Em Maceió 15 de fevereiro de 1905 nasce uma mulher que pintou sua vida, humanizando o tratamento psiquiátrico no Brasil e por ter sido extremamente contrária às formas agressivas de tratamento de sua época, Nise da Silveira, agradecemos por sua luta...




“Sempre me fascinaram as explorações do mundo intrapsiquico. Foi com a intenção de fazer sondagens nesse mundo que estudei atentamente o desconexo palavreado dos esquizofrênicos; que observei sua mímica, seus gestos, seus atos, quer estivessem inativos quer na prática de atividades; que me debrucei sobre as imagens por eles livremente pintadas. (. . .) Um dos caminhos menos difíceis que encontrei para o acesso ao mundo interno do esquizofrênico foi dar-lhe a oportunidade de desenhar, pintar ou modelar com toda a liberdade. Nas imagens assim configuradas teremos auto-retratos da situação psiquica, imagens muitas vezes fragmentadas, extravagantes, mas que ficam aprisionadas no papel, tela ou barro. Poderemos sempre voltar a estuda-las. (...) Foi observando-os e às imagens que configuravam, que aprendi a respeitá-los como pessoas, e desaprendi muito do que havia aprendido na psiquiatria tradicional. Minha escola foram esses ateliers.”



NISE DA SILVEIRA: “ O Mundo das Imagens”







You Might Also Like

0 comentários